sexta-feira, 8 de maio de 2009

Primeira carta de São Paulo aos Coríntios - O Amor


" Se eu falasse todas as línguas, as dos homens e as dos anjos, mas não tivesse amor, seria como um bronze que soa ou um címbalo que retine.
Se eu tivesse o dom da profecia, se conhecesse todos os mistérios e toda a ciência, se tivesse toda a fé, a ponto de remover montanhas, mas não tivesse amor, nada seria.
Se eu gastasse todos os meus bens no sustento dos pobres e até me fizesse escravo, para me gloriar, mas não tivesse amor, de nada me aproveitaria.
O amor é paciente, é benfazejo; não é invejoso, não é presunçoso nem se incha de orgulho; não faz nada de vergonhoso, não é interesseiro, não se encoleriza, não se alegra com a injustiça, mas fica alegre com a verdade. Ele desculpa tudo, crê tudo, espera tudo, suporta tudo.
O amor jamais acabará. As profecias desaparecerão, as línguas cessarão, a ciência desaparecerá. Com efeito, o nosso conhecimento é limitado, como também é limitado nosso profetizar. Mas quando vier o que é perfeito, desaparecerá o que é imperfeito.
Quando eu era criança, falava como criança, pensava como criança, raciocinava como criança. Quando me tornei adulto, rejeitei o que era próprio de criança.
Agora nós vemos num espelho, confusamente, mas, então veremos face a face. Agora, conheço apenas em parte, mas, então, conhecerei completamente, como sou conhecido. Atualmente permanecem estas três: a fé, a esperança, o amor.
Mas a maior delas é o amor."

O amor, sempre o amor.Hoje em dia dificilmente paramos para observar as belezas que Deus nos deu, mesmo morando numa selva de pedra como São Paulo (como eu moro).
Ainda com tanto asfalto à nossa volta, se você der uma atenção as 'paisagens' você vai ver que até lá a natureza tenta se reproduzir, sobreviver...E eu acredito que Deus está na fortemente na natureza...Está em todos os lugares.O amor Dele é tão grande que é assim que nos mostra que qualquer pessoa é capaz de amar.Ele 'aparece' à nós através de uma simples plantinha que brota de um chão sujo, poluído, cansado simplesmente para nos falar: "Eu que Sou Grandioso, de amor eterno, que Criei o universo, me faço humilde nesta hora para poder mostrar à você que ainda é possível amar.Mesmo o mais sujo de pecados, o mais poluído pelos enganos, o mais cansado de sofrer pode amar como se fosse o primeiro dia de sua vida."
Confie sempre...apesar de tudo, a amor ainda é o melhor caminho e a resposta de tudo!Por isso ame, ame incondicionalmente, ame até quando achar que não pode amar mais, ame todos à sua volta.Na maioria das vezes, é difícil (quase impossível) amar aquele que quer te ver pelas costas (e você nem sabe porque...), mas somos pequenos, somos humanos, seres repletos de erros...então PERDOE!O perdão e a humildade estão lado a lado do amor.
Amar quem nos ama é fácil, é precioso.Ame aqueles que você acha que não merecem ser amados.E não esqueça nunca: Aquilo que plantamos, um dia vamos colher em dobro!

2 comentários:

Jullyane disse...

Que lindo, amiga! Vc sempre trazendo a palavra de Deus para nós...

Adorei!

Beeeeijos

Si disse...

Amém!