quinta-feira, 30 de julho de 2009

Do amor que eu também sinto...*



"...De tanto temer errar eu acabo me esquecendo também de acertar, e querendo acertar eu quase deixo de ser eu mesma.
(...)
E você sabe que eu tenho sentimentos, e é normal que eu esteja desejando muito, mas muito te ver a ponto de doer agudo, e talvez querer fugir.
E não me diga pra não me apaixonar porque eu vou encher a tua casa de flores."

(Dani Cabrera)* acesse...é maravilhoso!

9 comentários:

Maria Fernanda disse...

a palpita amor nas entrelinhas.

Carla P.S. disse...

O amor, o amor, que se foda o amor (fernanda young).
E eu, revoltada. Naturalmente.

Bianca disse...

O amor..é tão inconstante e ao mesmo tempo, tão previsível.

Jullyane disse...

Ai, querida, que coisa linda, vou lá visitar esse blog também.

Estou de volta! Já tô atualizada de vc!

Beijossss

Si disse...

Oi lindinha... Adoro vir aqui e ler essas coisas belas vinda de um coração super apaixonado. Mudou o lay-out, né? Ficou ótimo, seu blog já é lindo com tudo que escreve.

Bjos no coração!

Camila disse...

*----------*
muito sincero isso, e profundo tbm
ameei

bejos

- bia varanis ♥ disse...

lindoo, adorei!

Si disse...

Obrigada por seus comentários sempre carinhosos. Que bom que te faz bem ler essas coisas. Esse é o intuito.
Bjos linda!
Ótimo dia pra vc!

Anônimo disse...

Acabo de ler um texto igual ao seu em outro blog e sem os devidos créditos!

Pela data das postagens, com certeza trata-se de um plágio.

o link é esse: http://umainfinita.blogspot.com/2009/06/o-eu-da-uma.html

Abs,
Paola Visconde