quarta-feira, 14 de janeiro de 2009

¨Sobre quando o amor chegar¨

imagem repetida*
"Porque o amor é assim.
Cheio de belezas, de sorrisos, de carinhos, de lágrimas, de céu azul (nublado, às vezes), de (re)encontros infinitos, enfim, o amor possui tonalidade de cores que nem a natureza cuidada com o maior primor consegue exibir ao sol pela manhã.
Antes dele aparecer tudo é cinza e não tem o vigor de querer existir.E quando ele aparece (porque sempre aparece), te toma pela mão e te mostra universos existentes em um plano ainda desconhecido e te deixa em total desacordo com teu mundo, antes, taciturno, de dia simples, normal, sem cores, nem flores.
Depois que ele chega as noites apontam no céu uma lua de cristal, estampa no teu rosto um brilho intenso e tuas expressões lapidam como que por diamantes.
Depois que ele faz morada em teu coração, celebras todos os dias de tua vida, pois finalmente chega ao fim o reinado do sentimento de pesar."

4 comentários:

Invade e Fim. disse...

Ah o amor, o amor é esse coisa meio louca, meio pé no chão, meio cor-de-rosa, meio preto e branco...Mas o amor, eu bem diria é essa mania que a gente tem de querer e querer por um bem querer mais feliz...

Adorei Ju a visita e teu blog.

Um beijo.

Carla P.S. disse...

Eu entendo um tanto dessa procura...
Pois bem, espero que tu estejas satisfeita (ou ao menos com a vontade incessante de continuar a jornada)!
Obrigada pelo carinho querida, dia 16 agora tô voltando e vai ter novas xícaras de café. ;)
Beijão
(e um café nordestino)

Lorena Portela disse...

Ju (já to íntima, né?), muito obrigada pela visita e pelo comentário, eu adorei! E q bom q vc gostou.

Volte mais vezes lá, tá?

beijo grande.

Andrea disse...

Olá! Obrigada pela visita lá no meu blog!!! Beijocas!